Conheça quatro heróis nativos da África

No dia 25 de maio celebram-se duas datas especiais: o Orgulho Nerd e a Libertação da África. A primeira foi instituída em homenagem à estreia do primeiro filme de Star Wars em 1977, sendo comemorada a partir de 2006. Além disso, é o aniversário de morte de Douglas Adams, autor da saga Guia do Mochileiro das Galáxias. Por isso é chamada de Dia da Toalha. ⁣

⁣A segunda é mais antiga. Foi estabelecida em 1972 pela Organização das Nações Unidas (ONU) para comemorar a criação da Organização de Unidade Africana (OUA). Fundada em 1963, a OUA visava defender a independência do continente em sua luta contra a  colonização europeia e contra o apartheid da África do Sul. 

O Dia da África foi criado para celebrar os verdadeiros heróis da resistência africana, pessoas que lutaram pela libertação e crescimento do continente. Como somos o Quilombo Geek não poderíamos não comemorar essa data, por isso,  trouxemos quatro heróis da ficção nativos da África. 

Tempestade (Marvel)

Uma das X-Men mais famosas, Ororo Munroe é descendente das sacerdotisas do Quênia, filha da princesa N’Dare e do fotojornalista David Munroe. Ela nasceu em Nova Iorque, mas cresceu como nômade andando pelos países do continente africano, roubando para sobreviver. 

Três versões da Tempestade dos X-Men, a primeira da esquerda para a direita é Halle Berry, no meio é a versão do desenho dos anos 1990 e a última é Alexandra Shipp em X-Men Apocalipse | Quilombo Geek
Foto: CBR

Inclusive, foi assim que ela conheceu Charles Xavier. Ororo só descobriu os poderes depois de quase morrer em uma viagem pelo deserto do Saara. A primeira aparição dela foi em “Giant X-Men” em 1975, sendo uma das primeiras heroínas negras dos quadrinhos. Ela foi diretora da Escola Jean Grey para Estudos Avançados e casada com o T’Challa, o Pantera Negra. Tempestade é frequente em quase todos os filmes dos X-Men, ganhando vida com as atrizes Halle Barry (primeira trilogia X-Men, 2000 a 2006) e Alexandra Shipp (X-Men: Apocalipse e X-Men: Fênix Negra, 2016 e 2019, respectivamente).

Pantera Negra (Marvel)

Herdeiro do trono de Wakanda, T’Challa é coroado rei após a morte do pai T’Chaka. Os poderes dele vem da erva-coração, uma semente mágica nativa do seu país. Um dos super-heróis mais ricos da Marvel, ele foi apenas o segundo personagem negro da editora a protagonizar um live-action, sob a pele de Chadwick Boseman.

Elenco principal do Pantera Negra | Quilombo Geek
Foto: Divulgação

Apareceu pela primeira vez na “Fantastic Four #52”, em 1966, sendo o primeiro herói nativo africano dos quadrinhos. Conheceu a Ororo ainda jovem e casou-se com ela durante o conflito de “Guerra Civil” (2006). 

Vixen (DC)

A modelo Mari Jiwe McCabe nasceu na vila fictícia de M’Ganda, localizada provavelmente em Gana. Descendente do guerreiro Tantu, Vixen pode usar a habilidade do animal que quiser devido ao amuleto que está na família há gerações, o Tantu Totem. 

Vixen na capa da história em quadrinhos: Vixen Rebirth | Quilombo Geek
Foto: Reprodução/DC Comics

Mari perdeu os pais ainda jovem, a mãe foi morta por caçadores ilegais e o pai foi assassinado pelo tio dela, que queria o Tantu Totem. A heroína vai para Nova Iorque e vira modelo. Em uma das viagens de trabalho, recupera a joia e decide usá-la para o bem. Ela foi a primeira personagem negra da DC Comics, estreando na Action Comics #521 em 1981, além de ter sido a primeira a ter uma HQ solo. Membro da Liga Justiça, ela já apareceu na 4ª temporada de Arrow e tem uma série animada, que não chegou no Brasil. 

Ngozi (Marvel)

Inspirada nas jovens sequestradas pelo grupo Boko Haram, na Nigéria em 2014, Ngozi é uma atleta que fica paraplégica devido a um acidente de ônibus. Ela encontra com Venom (o simbionte vilão do Homem-Aranha) no momento em que está caçando um gafanhoto. 

Ngozi como Pantera Negra em Black Panther: Long Live the King. | Quilombo Geek
Foto: Reprodução/Marvel

Após derrotar o Rino, Ngozi é convocada para fazer parte de uma das fileiras das Dora Milaje. Com a morte de T’Challa, a adolescente tem a oportunidade de vestir o manto do Pantera Negra. O nome dela significa benção em um dos dialetos locais de Lagos, capital da Nigéria. A primeira aparição dela foi em Blessing Disguise, em 2017. 

Você conhecia algum desses personagem? Sentiu falta de alguém na lista? Conta para a gente nos comentários! 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s